Fundado em 1965, o Grupo Inapa ocupa uma posição de liderança no mercado Europeu de distribuição de papel e detém posições de relevo na distribuição de embalagem e comunicação visual, com vendas anuais de 1000 milhões de euros.

 

É a única empresa portuguesa do sector com presença internacional e única cotada no sector da distribuição de papel na Europa.

 

Com uma equipa de 1.838 colaboradores, o Grupo Inapa opera em 10 países – Alemanha, França, Espanha, Portugal, Bélgica, Luxemburgo, Áustria, Holanda, Turquia e Angola.

5.000

entregas diárias de produtos

40

armazéns e plataformas logísticas na Europa

80.000

clientes em 10 países

Presença Internacional

Presença Internacional

Estratégia

Estratégia

MILHÕES EUROS2019201820172016Var. 18/17
Toneladas ('000)887735813771-9,6%
Vendas1.030,8860,3885,7849,8-2,9%
Margem bruta178,4151,9161,7151,5-6,0%
    Margem bruta (%)17,3%17,7%18,3%17,8%-0,6 pp
Custos de exploração líquidos148,6
131,9136,6127,5-3,4%
    Proveitos de exploração24,822,921,025,29,2%
    Custos de exploração173,4154,9157,5152,8-1,7%
Imparidade de activos correntes1,51,52,52,0-39,3%
Re-EBITDA28,318,422,622,0-18,3%
    Re-EBITDA (%)2,7%2,1%2,6%2,6%-0,4 pp
Custos/ (Receitas) não recorrentes1,62,03,3-4,9-38,3%
EBITDA26,716,519,326,9-14,3%
    EBITDA (%)2,6%1,9%2,2%3,2%-0,3 pp
EBIT10,810,613,721,3-22,4%
    EBIT (%)1,0%1,2%1,5%2,5%-0,3 pp
Função financeira15,714,313,214,28,2%
Resultado antes de impostos-4,9-3,70,37,1-4,0
Imposto sobre o rendimento0,80,10,0-2,80,1
Resultado líquido-4,1-3,60,24,4-3,8
31-12-19
31-12-1831-12-1731-12-16Var. 19/18
Dívida líquida 1337,3272,2296,4290,723,9%
Cobertura encargos financeiros1,8 x1,3 x1,7 x1,5 x-0,5 x
Capitais circulantes87,697,0119,6126,6-9,7%

1 Inclui financiamentos associados a titularização de créditos
Inclui impacto de 44M€ de aplicação da IFRS 16.

IFRS 16

A 1 de janeiro de 2019 o Grupo Inapa adotou a norma contabilística IFRS 16, optando pelo modelo de transição retrospetivo modificado e não reexpressou a informação financeira comparativa. Os principais impactos resultantes da adoção da IFRS 16 foram:

 

a) No Balanço: Reconhecimento de um ativo sob direito de uso na rubrica “Direito de Uso” de 41,8M€ e um passivo de locação na rubrica “Empréstimos” de 43,8M€, sendo o diferencial líquido do impacto de impostos diferidos, sido registado em resultados transitados.

b) Na Demonstração de Resultados: redução do valor de rendas e alugueres nos Gastos Administrativos e Comerciais em cerca de 11,2M€, aumento do valor de amortizações em cerca de 9,6M€ e aumento do valor de gastos financeiros em 1,4M€.

 

A Inapa apresenta um quadro de indicadores de atividade alternativo ao das Demonstrações Financeiras, aproximando a análise da evolução do negócio à que a gestão utiliza no seu acompanhamento, estando também desta forma alinhada com o que é praticado pelos diferentes intervenientes no mercado.
Por forma a garantir a sua reconciliação com as Demonstrações Financeiras, apresentamos um glossário.

Por forma a garantir a sua reconciliação com as Demonstrações Financeiras apresentamos um glossário.

Glossário

Vendas: Vendas de mercadorias e de outros produtos [Nota 25]
Margem Bruta: Vendas de mercadorias e de outros produtos [Nota 25] – Custo das vendas [Nota 13] + Descontos de pronto pagamento liquidos [Nota 25]
Custos de exploração líquidos: Custos de exploração – Proveitos de exploração.
Proveitos de exploração: Proveitos com prestações de serviços e outros rendimentos exceto Descontos de pronto pagamento [Nota 25].
Custos de exploração: Custos com Pessoal [Nota 26] excluindo indemnizações por rescisão de contrato de trabalho classificadas como Custos não recorrentes + Outros custos [Nota 27] exceto imparidade de activos correntes.
Imparidade de ativos correntes: Imparidade de ativos correntes constante em Outros custos [Nota 27]
Re-EBITDA: Resultado antes da função financeira [Nota 29], de Impostos [Nota 30], de Depreciações e amortizações [Nota 28], de Ganhos/(Perdas) em Associadas e de Custos não recorrentes
Re-EBITDA (%): Re-EBITDA / Vendas

Custos/(Receitas) não recorrentes: Essencialmente indemnizações por rescisões de contratos de trabalho [Nota 26]
EBIT: Resultados antes da Função financeira [Nota 29] e de Impostos [Nota 30]
EBIT (%): EBIT / Vendas
Dívida líquida: Empréstimos correntes e não correntes + Financiamentos associados a titularização de créditos + Dívidas por locações financeiras – Caixa e seus equivalentes [Nota 21]
Cobertura encargos financeiros: Re-EBITDA / Função financeira [Nota 29]
Capitais circulantes: Clientes + Inventários – Fornecedores

DOWNLOAD FICHEIRO PDF
Estrutura de Participações

Estrutura de Participações

Equipa de Gestão

Equipa de Gestão

Áreas de Negócio

Áreas de Negócio